terça-feira, 9 de outubro de 2018

8 DE OUTUBRO DIA DO NORDESTINO







O POETA SEMPRE TEM A PALAVRA NA CARTOLA,PORQUE TODO DIA É DIA DE SER NORDESTINO. E O NORDESTINO ESTÁ SEMPRE EM DESAFIO, NÃO COM A SECA QUE  JÁ É  NORMAL...
 A POESIA SURGE AS VEZES FEITO LAGRIMAS, PARA LAVAR O PEITO E SOLTAR O VERSO, POR ISSO QUE  A POESIA É NECESSÁRIA.

COM VOCÊS O POETA RICARDO RODRIGUE- ALUNO DO 3º ANO - ESC ESTADUAL JOSE EMÍLIO DE MELO, PROFESSORA - MICHELLE CAMPOS.





O BRASIL NÃO MERECE O NORDESTE


Região de gente alegre
De cabra macho da peste
Terra de bela cultura
Em cada canto, cada leste
Brasil por essas e outras
Tu não merece o Nordeste.

O Nordeste é coisa boa
É rapadura, cocada,
É cordel e é aboio,
É a terra da toada,
É o ponto ápice do frevo,
A terra da vaquejada.

Aqui em nossa região
Sabemos sim o que é sofrer
E por essas e outras coisas
Nós jamais queremos ver
Um Brasil sem as melhorias
As quais nos deu o PT

No passo do maracatu                                       
No xiado do xaxado
É que brota a esperança
Desse povo felizardo
Pelo qual foi construído
O Brasil tão bem amado.

Foi no Nordeste que
Chegaram os colonizadores
Nossa terra possuía
Então os mais nobres senhores 
E da cana de açúcar e tal
Éramos grandes produtores.

No balanço do baião
Composto pelo Rei Gonzaga
A cultura nordestina
Em cada canto se consagra
E estamos muito longe
De chegarmos ao fim dessa saga.

Discriminam nossa terra
Por causa de eleição,                                             
Mas esquecem que nós fomos
Os que formaram a nação,
Que construímos Brasília,
Com trabalho e dedicação.

Somos nós quem colaboramos
De toda diversa forma
Com Estados como São Paulo,
Cedendo nossa mão de obra
E, apesar do preconceito,
Nossa gente não se afoba.

Pela força da capoeira,
Do pastoril e do forró,
Pela honra de lampião,
Pela ciranda e o carimbó
O Nordeste bem que podia
Virar uma terra só.

Sempre fomos responsáveis
Pelos resultados eleitorais
E por isso nos atacam
De formas muito banais,
Mas os nossos 9 estados
Não se abalarão jamais.

Somos de maioria pobre,
Negra e feminina,
Temos boas mulheres e homens
Que a cada dia mais ensinam
Educação e bom senso
Com uma simplicidade fina.

O Nordeste sempre defende
O BRASIL do preconceito,
Pois muito enfrentamos isso,
Mas encaramos no peito,
E sempre estaremos marcando
Presença em cada pleito.

Honra, orgulho e amor
Definem nossa região,
Que tem cantos tão bonitos
Que invejam a nação
Que não conhece a beleza
Do nosso grande coração!

Parabéns a Sergipe,
A Pernambuco e ao Ceará
A Paraíba Masculina,
Que não deixam de lutar,
Para que o facismo e a descriminação
Aqui não tenham lugar.

Parabéns Rio Grande do Norte,
Alagoas e Bahia,
Piauí e Maranhão,
Que batalham todo dia
Por uma país melhor
Com grande apreço e empatia.

"Terra de gente pobre,
Tu rico issso disseste,
"Terra de gente feia e burra"
Disseram com uma raiva da peste,
Brasil, por essas e outras coisas
Tu não merece o Nordeste.

O Nordeste é nação própria
E cada filho seu que brotou
Mesmo que tenha ido embora
Um pedaço daqui levou
E tem mais honra e caráter
Que muito granfico no "exterior"

Feliz dia do nordestino
Dia nosso é todo dia,
Brasil tu não nos merece,
Mas espera e confia
Que um dia vamos superar
Toda essa baixaria.

AUTOR: RICARDO RODRIGUES
TUPANATINGA - PE

domingo, 16 de setembro de 2018

A BIBLIOTECA MUNICIPAL REALIZA 1º CAFÉ LITERÁRIO E ANUNCIA PROGRAMAÇÃO DE ATIVDADES


A Biblioteca Pública Municipal de Tupanatinga, Áurea Rodrigues e Silva, promoveu nessa terça-feira, 11, primeiro o Café Literário. Evento que integra e inicia  a programação da Biblioteca.



Em um espaço  cercado por estandes recheados de livros e um delicioso café, os convidados foram surpreendido com a iniciativa louvável da Equipe da Biblioteca, pela brilhante organização do evento e ao anunciar ações inovadores,   objetivando transformar definitivamente a Biblioteca  em um espaço vivo de cultura e de educação , e   reavivar nos jovens estudantes e na comunidade geral,  o gosto pela leitura e o dialogo intelectual.



Adicionar legenda






Adicionar legenda

















terça-feira, 14 de agosto de 2018

FESTA TRADICIONAL DE AGOSTO E O POLO CULTURAL

Na edição de 2018, a “FESTA TRADICIONAL DE AGOSTO” DE TUPANATINGA traz o que há de mais significativo quando falamos de CULTURA: A EXPRESSÃO CULTURAL POPULAR!



Como não poderia deixar de ser, o resgate da essência cultural dessa tão importante festa de nosso município, teria de ter como protagonistas os artistas do povo, ou seja, àqueles e àquelas que produzem arte nos diversos aspectos culturais, desde a culinária, passando pela música, até o artesanato em suas mais variadas matizes.
 
A proposta colocada em ação tem surpreendido diante da valorosa e rica participação dos artistas populares, muitos já conhecidos da região, e outros que vão sendo revelados. É importante ressaltar que a “Festa Tradicional” não se limita aos “ribombos” ensurdecedores e perturbadores, que normalmente se presenciam em eventos festivos. Muito mais do que isso, a “Festa Tradicional de Agosto” de Tupanatinga, se comprometeu com a rica expressão cultural popular, à qual tem nos brindado com exposições de trabalhos manuais, quer de artistas individuais, quer de grupos organizados como as associações de artesãos. Representantes locais da cultura tupanatinguense trazem para amostra ao público: produção de peças de roupas, toalhas, cama e mesa, laços, vasos, quadros, entre outros. Além de pratos culinários como a carne de bode, o chocolate quente, o quentão, a cachaça, o vatapá.... Mas, não fica só aí, o enriquecimento do evento tem sido provido com a presença marcante de cidades como Buíque, Itaíba, Arcoverde que trouxeram seus expoentes de suas ricas culturas, além de outras cidades que estão por vir para o abrilhantamento desse evento multicultural.

Uma novidade que a “Festa Tradicional de Agosto” traz esse ano, é o “SHOW DE CALOUROS”, o qual abriu inscrições apenas para os participantes da terra, candidatos ao estrelato musical! Muitos que visitam o “Palco do Polo Multicultural” já afirmam que é a grande sensação do evento , o qual se inicia por volta das 19:30 e se estende até às 21: 30. Às 22:00 tem início o show com as bandas no palco principal. A grande final do show de calouros será agora, nessa terça – feira (07/08/18). Além dos calouros, também se apresentam cordelistas e poetas.

Para a execução do evento foi montada uma estrutura contando com a montagem de uma vila, praticamente uma pequena cidade cenográfica, a qual ladeia a bela Igreja Matriz de Santa Clara, onde funcionam os stands para a exibição dos artigos e produtos artesanais.

O evento conta com a consultoria da competente Izabel Santos, do SEBRAE, que tem orientado a comissão organizadora da “Tradicional Festa de Agosto”. Vale lembrar, que o Polo Multicultural tem o apoio do Programa Território Vivo que engloba 11 municípios da região, sendo as cidades integrantes desta rede: Arcoverde, Pedra, Venturosa, Buíque, Tupanatinga, Sertânia, Ibimirim, Itaíba, Custódia, Inajá e Manari. Contando, também, com o valoroso apoio e patrocínio da Prefeitura de Tupanatinga, na pessoa do prefeito Silvio Roque e da Primeira Dama, a senhora Rosa Maria, sem os quais seria impraticável a realização desse projeto cultural.

A comissão organizadora do evento está ciente da importância desse projeto e já se articula para um amadurecimento da próxima edição da “Tradicional Festa de Agosto” em 2019, com o objetivo de envolver mais segmentos da sociedade tupanatinguense e provocar uma dinâmica maior na cidade no que diz respeito à participação e à chegada de novos turistas na busca de valores e da cultura local e da região, injetando recursos e movimentando a economia!

E como dizia o eterno poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto “Mesmo sem querer fala em verso / Quem fala a partir da emoção”; sendo esse o pilar desse projeto!

TEXTO: ELTON MACHADO DE MELO
 FOTOS: ORGANIZAÇÃO DO EVENTO