quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

VIAJANDO NA SACOLA MÁGICA DA POESIA DE CORDEL

Gênero: Cordel

Pernambuco, esplendor do país

Dê licença minha gente
Para o meu cordel recitar
Vou falar de onde vivo
Um lugar espetacular
Que é Pernambuco
Pois igual a ele não há.

No nordeste do Brasil
Em um lugar isolado
Se encontra Pernambuco
Imponente entre os estados
Terra dos altos coqueiros
Do branco, negro e pardo.

Nele se encontra triunfante
A bela, a gigante Olinda
Com casas medievais
E arquitetura linda
Comidas típicas e danças
Que à todo povo anima.

Pernambuco em cada traço,
Em cada histórica cidade,
Ensina ao povo brasileiro,
Viver sempre à liberdade
E a promover hoje em dia
A paz e a igualdade.
Das cidades nordestinas
Todas elas têm histórias
E o povo se emociona
Ao lembrar das nossas glórias
Seladas na nossa bandeira
Estão as nossas vitórias.

Virgulino Lampião
J. Borges, Vitalino
Nomes da nossa cultura
E do povo nordestino
Ligados a nossa história,
Estão, como o destino.

Outro grande homem
Pernambucano arretado
Foi nosso ex-governador
Nosso querido Eduardo
Que em 16 de Agosto
Com tristeza foi sepultado.

Não falei o bastante,
Mas já vou terminar,
Quero aqui agradecer,
A quem se dispôs escutar
A história de Pernambuco

Que me dispus a contar.

Autor: José Ricardo
Série: 8º ano “A”
Professora: Simone Tavares


VIAJANDO NA SACOLA MAGICA DA POESIA


Gênero: Memorias Literárias

Lembranças
Dona Adalgisa é uma mulher de 84 anos, que nasceu em 15 de outubro de 1930 e que sofreu muito em sua infância, por ter ficado órfão, mas que conseguiu seguir em frente, não estudou muito, mas sabe ler, escrever e fazer conta muito bem, diferente de hoje que as pessoas têm diversas chances de aprender e arrumar um bom emprego.
            Em seu relato ela conta que naquela época trabalhou muito na roça como meio de sobrevivência, pois as coisas eram bem difíceis e era a única forma de ter o alimento dentro de casa, hoje às pessoas trabalham em empresas, comércios e etc.
            Dona Adalgisa morava em Belo Jardim, ela lembra que: as ruas e as estradas eram de terras, mas hoje provavelmente devem estar calçadas. Em Belo Jardim era muito popular as músicas de Luís Gonzaga e elas tocavam o coração das pessoas, hoje, a gente ver mais outros tipos de músicas.
            Naquela época, as pessoas, vestiam roupas compridas, as mulheres, vestiam vestidos compridos com cinto, para ficarem mais bonitas e os homens usavam ternos ou camisas de mangas compridas, hoje, as pessoas se vestem bem diferente, daquela época, as moças andam quase nuas como se faltasse tecidos nas lojas.
            Ela conta, que naquele tempo as leis eram muito severas e rigorosas bem diferente de hoje em dia, os pais não permitiam que os filhos desobedecem suas ordens e se isso acontecesse seriam severamente castigados.
Naquele tempo, existia muito preconceito, as mulheres não podiam sair de casa sozinha, nem tão pouco, conversar com um rapaz e também não podiam usar roupas decotadas, etc. Seus vestidos eram cobrindo o joelho ou longo para que não mostrasse as pernas. E hoje, tudo isso é permitido.
            Apesar, de dona Adalgisa ter tido uma infância, tão sofrida e não poder se divertir muito, ela tirava, um tempinho livre para brincar com suas bonecas de pano ou de sabugos de milho diferente de hoje, que, as crianças além de ter muito tempo para brincar, ainda tem brinquedos muito bonitos feitos de plásticos e outros materiais.
Autoras: Vanessa dos Santos Silva
                Luana Cristina de Souza
                Islaine da Silva
Série: 7º ano “B”
Professora: Tereza Ferreira


quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

IGREJA SÃO BENEDITO: PATRIMONIO HISTORICO E RELIGIOSO DE TUPANATINGA

Igreja de  são Benedito – um patrimônio histórico que deve ser preservado.


As celebrações em homenagem a São Benedito foram realizadas entre os dias 5 e 12 de outubro. A participação da comunidade foi unanime e todos participante sentiram-se maravilhados com o evento religioso. As novenas foram realizadas no pátio ao lado da igreja em noites ventiladas de verão, com a celebração pelo  Pe. Antônio e animação litúrgica dos grupos locais.


A Igreja de São Benedito foi construída nas primeiras Décadas do século XX, a partir da data da doação do terreno para construção em 1938, sendo jacinto Rocha um dos principais doadores. Toda a área em volta pertencia as grandes famílias dos negros descendentes de escravos pertencentes às grandes fazendas da região durante os séculos predominantemente escravagista (Fazenda do capitão Aquino-sitio0 Pilões, Capitão Luiz Paes-Itaíba e capitão Gerson Maranhão de Aguas Belas). 

A Igreja de São Benedito, construída pela comunidade negra predominante naquela época, registra  um momento histórico da historia da nossa gente. Portanto a Igreja de São Benedito representa um patrimônio histórico e cultural da nossa região. Uma ação de importância histórica que deveria ser tombada para preservação histórica, como essa geração ainda foca tão somente os interesses mediáticos infelizmente não será dessa vez que veremos nossos valores históricos, políticos e cultuais sendo integrados no cotidiano atual.  Acredito que se fosse assim nossos valores educacionais contemporâneos se enriqueceriam muito mais. 

VIAJANDO NA SACOLA MÁGICA DA POESIA


Gênero: Poema

Surda sim, muda não! 

Eu não posso ouvir,
Mas eu posso falar.
Não pronuncio palavras
Porque não posso escutar.

A língua que eu falo
É uma língua diferente.
Eu converso com as mãos,
Eu sou inteligente.

Eu entendo minhas amigas,
Elas também me entendem.
Falamos a língua dos sinais,
Surpreendemos muita gente.

Eu sou muito feliz
Porque Deus me fez assim.
As pessoas que me conhecem,
Sempre acenam pra mim.

Autora: Andréia Dias de Oliveira
Série: 6º ano “E”
Professora: Janete Ferreira
Olimpíada de Língua Portuguesa
Escrevendo o futuro



RINALDO ALEXO, O DESBRAVADOR DA POESIA DE IMPROVISO EM NOSSA REGIAO

A POESIA É A SUA FERRAMENTA DE VIDA E TRABALHO

Rinaldo Aleixo, grande repentista e divulgador da cultura popular da nossa região e um grande desbravador que desde cedo vem fazendo um trabalho de formiguinha na propagação das suas canções e dos demais colegas. É o verdadeiro artista aquele que  não espera o povo, vai o onde povo está.
O repentista Rinaldo Aleixo, por sua vasta andança em busca de sua cultura já é conhecido por varias regiões do Nordeste. Quer seja participando de festivais de cantorias, apresentações em programa de TV, radio praças, ruas, sítios etc., o cantor popular quer está.
Para manter aceso o repique da viola, o poeta mantem programas em duas rádios. Uma na Cidade de Buíque e outra na Radio Tupanatinga FM, todas as tarde e sempre ao vivo, sempre levando a poesia, o verso e cantoria e informando tudo sobre a arte do improviso.
O Poeta também já realizou dois festivais em Tupanatinga e a graça sua garra, a poesia e o repente já têm bastante seguidores e defensores da cultura.







LANCHONETE DELICATENSEN: PONTO DE ENCONTRO E SABORES

A lanchonete Delicatenssen   Freitas  é o ponto de encontro dos jovens em  Tupanatinga. Situada na praça cel. Jose Emilio de Melo, no Centro da Cidade, atendimento de segunda a domingo, a partir das 08 ases 22horas. Toda a variedade de doces sanduiche pizza, salgados e almoço aos domingos.
Depois que seu pai perdera o emprego e foi vender cachorro quente na rua para garantir manutenção da família, Alex ainda pré-adolescente teve que ajudar ao pai e aí tomou gosto. Mais tarde comprou um trailer e passou a vender além do cachorro quente salgadinhos, pasteis bolos etc., começando também a fabricar seus próprios lanches em sua residência juntamente com sua mãe. Pouco tempo depois, resolveu estudar gastronomia, tornando-se assim um mestre cuca e com tanta habilidade, disposição e visão negocial,  com ajuda da família partiu então para o grande negocio na área gastronômica, criando então um grande empreendimento de destaque e de porte tal qual aos dos grandes centros.
    Passados alguns  meses após ser inaugurado, o espaço agora é point de encontro de jovens e, sobretudo das famílias em geral. Um ambiente de convivência sadia, com a natural satisfação da juventude e demais visitantes prontos para saborear as delicias mais irresistíveis da região.


MODA, ESTILO E INFORMAÇÃO

“A informação como MELHOR escolha de moda para seu novo lifestyle”
 (Diretamente do seu guarda roupa dourado para o Jornal Porta Tupanatinga , Brisa Estalião, comenta com muito estilo o segredo da moda:  “A mente que se abre a uma nova ideia, jamais voltará a seu tamanho original”.)

Mais um verão cheio de luz e alegria e com ele uma coleção, uma nova linguagem de moda ou apenas um novo paragrafo. Isso significa novas escolhas, novas compras. Mas, com que roupa eu vou? O quê comprar? O quê vai está “on” neste verão?
Sem dúvidas, muitas perguntas surgem em nossa mente nessas horas e uma indecisão infinita na hora de comprar e vestir-se. Uma dica importantíssima para você é, CONHEÇA-SE, saber os pontos do seu corpo que você mais gosta e o que menos gosta e valorizar os mesmo. 
Outra dica é procurar referências; aquela atriz, cantora, jornalista e etc, que você admira, acha elegante o jeito que ela se veste e assim se identifica com o mesmo, PRONTO. Ela pode ser de grande valia na hora de escolher sua nova roupa.
Entretanto, para vestir-se bem e elegante não precisa ter muito dinheiro e só usar roupas de marca, atualmente, a moda bebe das águas mais democráticas, tendo como principal meio A INFORMAÇÂO que vem como uma fonte inesgotável e esta sempre se renovando, mostrando infinitas possibilidades e escolhas, isso sim é CONSUMO CONSCIENTE, é COMPRAR COM SABEDORIA, utilize essa ferramenta e desfrute dessa nova maneira de consumir moda construindo com isso, um diferente estilo de vida. Pois “A mente que se abre a uma nova ideia, jamais voltará a seu tamanho original”.


A ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE BUIQUE JÁ É UMA REALIDADE.

A Cidade de Buíque ganha à academia de Letras e das Artes-ABLA.


Com a intensão de  valorizar a diversidade cultural buiquense, artistas e intelectuais do município fundaram Academia Buiquense de Letras e das Artes objetivando reunir artistas, poetas, e escritores a fim de fortalecer a cultura do município. A ABLA foi fundada em 23 de outubro de 2014 e inicialmente com 25 membros, mas pela variedade de culturas existentes no Município o movimento tende cada vez mais a se propagar.  Um dos principais idealizadores desta brilhante iniciativa é o Jornalista, escritor, poeta e advogado Manoel Modesto que com certeza sempre foi à voz que sozinho clamava em Buíque pela luz das artes e das letras e agora com certeza está mais fortalecido e munido junto com outros nomes da cultura buiquense que é vasta e rica.
A ACADEMIA DE LETRAS E DAS ARTES já tem ações culturais junto à comunidade e sua importância para a sociedade buiquense aos poucos vai se constituindo a media em que os valores e a memoria forem sendo trabalhados.
A Cidade de Buíque faz pare de uma região histórica de grande importância cultural e arqueológica para nossa região e o estado. A criação da ABLA aconteceu na ultima hora tolerável.
Parabéns a Cidade pela nova instituição idealizada e criada,  e muita  sorte e  trabalho aos iluminados e acadêmicos responsáveis por este feito.
        
edimilson
Portal de Tupanatinga

COMEÇAR DE NOVO UM NOVO ANO

O editoral do Jornal Portal de Tupanatinga, recentemente lançado na segunda edição e na primeira deste  ano,edição II jan/2015, convida os leitores as reflexões importante para começar de novo um novo ano.Boa leitura.




Chegamos ao final do ano. Um ano difícil e muito conturbado, onde a realização da copa do mundo no Brasil seguida pelas eleições presidenciais foram os acontecimentos principais que nortearam o universo do brasileiro o ano todo. E o acidente do avião que culminou com a morte do ex-governador Eduardo Campos, alterando todo o cenário eleitoral completou o ciclo de acontecimentos desmobilizadores e conturbados.  Depois de passar por todas as turbulências resta se fortalecer com Deus, manter-se em boas companhias dos amigos e familiares e com aproximação das festividades de fim de ano, resta-nos refletir, aproveitando este clima natalino que é propício para viajarmos um pouco espiritualmente e podermos visualizar as coisas que realizamos e nos fortalecermos para os novos desafios.
Como diz a canção: “É preciso amor Pra poder pulsar, É preciso paz pra poder sorrir, É preciso a chuva para florir.”
O que não podemos é desistir nunca, nem tampouco querer a qualquer custo, passar por cima de pessoas para conseguir vencer nossas ambições, porque o que tiver de ser será e é bom não atropelarmos ninguém e nada. A vida é um moinho, uma roda, um círculo e tudo volta de onde começou.
Às vezes parece que o mundo está abandonado de Deus; a injustiça prevalece, a impunidade é tanta que parece legal. Os valores éticos e morais vão perdendo a essência e as pessoas sem perceberem a falta dessas  essências vão se tornando vazias, manipuláveis, frias, máquinas. A hipocrisia e a falsidade são suas vãs filosofias.
Mas nada como um dia atrás do outro e  como diz o Pe. Zezinho: “ a verdade é bem maior”.
As coisas simples da vida é o que conta, a felicidade e a prosperidade se alimentam de atitudes imperceptíveis e do  desprendimento. Uma atitude de gentileza como um bom dia atencioso a pessoas simples, um aperto e um abraço companheiro,  não faz mal a ninguém. Ganhar seu dinheiro  com dignidade seja como empresário ou um simples trabalhador não perde a alma, ganha-se dignidade e ainda liberta e  prospera. Basta tão somente a grandeza do espirito empreendedor e acreditar. É de grão em grão que galinha enche o papo. O tempo ainda é o senhor da razão. Viver intensamente é o melhor remédio para se livrar do tédio e o tédio é o causador de todos os males: depressão, falta de autoestima, ansiedade, inveja, complexos, etc.
A felicidade depende muito da consciência de valores que se tem da vida, das pessoas, do ter e do ser. Consciência, reflexão, atenção, pé no chão, tranquilidade e cautela são atributos de quem vive uma vida com sabedoria e portanto sempre viverá em paz e harmonia, assim como a natureza.
Todo esse sentimento de paz, de amor e prosperidade codificados nessa mensagem é dedicado a todos os leitores e apoiadores deste informativo que carinhosamente nos estimulam a continuarmos produzindo informação, divulgando nossos valores, registrando nossas memórias, fazendo história e aos poucos construindo comunicação em nossa Cidade.

“Cada um de nós compõe a sua história
 Cada ser em si
 Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz”


Boas festas e  um  ano feliz  - Jornal Porta de Tupanatinga

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sobre gasolina, corrupção e eleições 2014.

Você precisa saber da piscina, da margarina, da Carolina, da gasolina...” no trecho inicial do clássico do movimento tropicalista, a canção “Baby”, escrita por Caetano Veloso e interpretado com a voz sempre magnífica de Gal Costa, esses baianos, nos trazem o sonho da Cultura Pop nos 60/70 onde eles listam coisas que fazem parte do movimento consumista daquela época.



Você precisa saber da piscina, da margarina, da Carolina, da gasolina...” no trecho inicial do clássico do movimento tropicalista, a canção “Baby”, escrita por Caetano Veloso e interpretado com a voz sempre magnífica de Gal Costa, esses baianos, nos trazem o sonho da Cultura Pop nos 60/70 onde eles listam coisas que fazem parte do movimento consumista daquela época. Embora tenha iniciado esse texto com a canção é bem provável, caro leitor, que seja necessário se distanciar dessa obra prima, para poder falar de tempos mais atuais.
Durante todo processo eleitoral utilizei-me do direito ao silêncio, os colegas não me viram nos corredores da universidade defendendo cordões ou até mesmo, nas habituais postagens das redes sociais manifestando minha opinião sobre os presidenciáveis.
Embora estivesse calado, não significou que deixei de levar a diante a minha missão política, fosse no meu trabalho, no seio de minha família ou em qualquer ambiente que achei pertinente, mas sem defender projeto A, B, C ou D, por que normalmente quando falamos em Eleições, geralmente nos retemos a dicotomia, onde o mundo parece estar dividido em bons e maus. Não vi debates, as postagens do Facebook, só li, quando obrigado, e fiquei até chateado quando um sábio e respeitado colega, me incluiu em marcação “Professores com Dilma!”, elegantemente retirei meu nome da marcação e, espero não ter magoado o nobre amigo.
Pois bem, já que citei a missão política acho interessante deixar claro alguns pontos: sou e sempre serei a favor das minorias, não concordo com a discriminação sobre qualquer forma, não acredito que o poder econômico tenha a solução para os problemas da humanidade e que lucro deve vir em primeiro lugar. Por isso, defendo uma Educação Pública e que ela seja para todos e de qualidade, por isso reconheço que a tudo que é publico deve ser tratado com zelo, idoneidade, austeridade, respeito. Sou de esquerda? Direita? Não sei se essa geometria dualista me serve. Porém é certo, que espero nunca me acovardar diante de uma boa briga em defesa da vida. Sou contra alienação, e como diria Paulo Freire na sua Pedagogia da Autonomia, prezo pela ética universal, uma que é inquestionável.
Não vi, ao menos com seriedade, nenhum dos presidenciáveis apresentar propostas concretas para os grandes problemas do nosso país, entra governo e sai governo, e Amazônia pena, a corrupção perdura, os grandes projetos não passam de molas propulsoras para  fins eleitoreiros. E Educação, embora enxergue melhorias e avanços, ainda é uma velha desconhecida de quem governa esse país, digo isso porque os números atuais arramados a mil e um indicadores, muitas vezes não refletem a real situação de muitas escolas, digo isso com a propriedade de quem no último teve oportunidade de dialogar com brasileiros e professores de pelo menos 3 regiões distintas do nosso Brasil.
As eleições foram singulares pelos tantos acontecimentos, porém em nenhuma das eleições que participei estive tão angustiado pelo direito, aliás do dever de votar, especialmente no segundo turno, pois não anularia meu voto, pelo contrário eu voto por consciência, voto para cobrar depois, por isso, destaquei na minha primeira e única postagem das eleições 2014 “que discursinho presidenta Dilma”, pois naquela noite eu esperava mais de quem governa a nação.
A corrupção? Fora Dilma? Nordeste X Sul e Sudeste? O que mais vão inventar? Aliás, que tipo de movimentos medíocres irão fomentar a fim de causar caos e instabilidade política em um país que já tem sido fragilizado?
Quem usa da máquina pública para obter lucro deve ser punido! A própria estrutura deve ser desmontada banida da estrutura pública nas suas mais variadas instâncias e, sobretudo, das nossas ações diárias, que muitas vezes são um reflexo do maior problema de nosso país.
Quem não admite que as eleições passaram, quem fomenta movimentos idiotas para derrubar a atual e eleita presidenta, passa longe de querer justiça, passa longe de querer mudança, mudança se faz com Educação, mudança até se faz com a revolução, porém não é a revolução a mando da elite. Os resultados estão aí, desde o primeiro turno quando tínhamos mais de 5 candidatos, a grande maioria dos votos optou pela dicotomia, o país assim como os municípios não tem coragem de mudar, não apostam, não votam pela mudança e sim, pela simpatia que tem por uma ou outra corrente política.
E a gasolina? Já subiu... mas nem por isso me convence de que assim tinha que ser. O que isto tem haver com tudo que falei? Gasolina a R$ 3,20 só interessa ao mercado! E sobre isso que falava no início do texto, temos que cuidar das pessoas e não poder econômico. Então postaram “mas no tempo de FHC...” espera aí, desde quando tudo agora é justificado a partir de comparações entre governo PT e governo PSDB? Mas alguém postou, compre uma bicicleta... tudo bem... já fiz isso, mas conheço um punhado de coisas que se tem para fazer, a gasolina não incide sobre o meu transporte individual, entendeu companheiro? Reclamo, porque não admito!
Por fim, peço... assim como na canção... Baby, você precisa saber de mim, saber das coisas daqui!
Registro também meu agradecimento ao incansável redator deste jornal que pacientemente me provocou e cobrou... Zé de Nica, a você meu respeito e admiração. Obrigado.
José Luiz Cavalcante


Universidade Estadual da Paraíba



domingo, 15 de fevereiro de 2015

CARNAVAL DE TUPANATINGA 2015

10965478_876230889093845_1212377525_nPROGRAMAÇÃO OFICIAL DO CARNAVAL 2015 TUPANATINGA-PE
14/02 - SÁBADO
Vilões do Forró Eletrico
Banda Beleza Pura
...
15/02-DOMINGO
14h Orquestra de Frevo
16h Forró dos Balas Eletrico
18h Forró das Estrelas Eletrico
16/02-SEGUNDA-FEIRA
14h Orquestra de Frevo
16h Acadêmicos da Bahia
18h Exesso de Bagagem
20h Jailson Oliveira & Banda
17/02-TERÇA-FEIRA