terça-feira, 31 de julho de 2012

RAFA ALMEIDA - A SERVIÇO DO RADIO EM TUPANATINGA


RAFAEL ALMEIDA é um apaixonado pelo rádio. Está sempre buscando fazer o melhor pela radio Tupanatinga. Usa todas as ferramentas para que a mesma alcance sempre mais audiência. 


Apesar de não ter nenhuma formação especifica na área, Rafael  não cruza os braços e com certeza está buscando sempre está  no meio. Está sempre  usando  sua habilidade possível para atender a expectativa dos ouvintes.


Atua na rádio Tupanatinga FM há muito tempo e  já teve experiências em outras rádios. 


Seu projeto é ser ainda um grande comunicador. Com objetivo de melhorar a audiência, principalmente em seus programas, procura sempre manter-se ligado na internet, jornais, blogs e etc, e assim vai interagindo com o seu ouvinte.


Ultimamente foi destaque no Programa bate bola, levando ao ar, o Futebol de Tupanatinga em debate, inclusive interagindo com o ouvinte ao vivo nas ruas da Cidade. 


Umas das funções do radio é levar informação, principalmente noticias locais, e o nosso comunicador tem todo o carinho de valorizar os acontecimentos da comunidade, quer seja no esporte, cultura e educação,  o ouvinte vai está sendo informado. 
Parabéns Rafael, vá em frente sem olhar para trás, é assim que se faz a diferença. 


A Radio Tupanatinga FM é a  única em nossa Cidade e sua importância é incalculável.  

segunda-feira, 30 de julho de 2012

POESIA - DOMINGO NA PRAÇA



  • Paixão e mulher... tempo que passou e não passou.
    Recorrência. Vida fora do tempo...
    A eternidade na imaginação. Os dribles de Zico... o fusca. 

    Sonhos de vencer na vida... desejo de mudar o mundo.

    A cidade que só existe na imaginação poética
    O riacho do pinto antes do loteamento imobiliário
    A imagem de Santa Clara na praça.

    A inocência... casas velhas, ruas de terra.
    cheiro de terra molhada. A pureza durava.

    Éramos inocentes, agora somos culpados (“ou porque nos vendemos ou porque nos calamos”).
    Perdido... tentando se encontrar. É preciso não ser enganado.

    Nova paixão. Recorrência.

    Tempo de sonhar. Dribles de Neymar.
    Tempo sem tempo (“Não mudamos o que fomos... nos multiplicamos/ esquecemos o que fomos”).

    Velho medo: medo de fantasma. Novo medo: medo de ser feliz.
    A bola que não entra no gol.

                                                                                                                     Edezilton Martins, 28/07/12

                                                                                                                 Edezilton Martins, 28/07/12

domingo, 29 de julho de 2012


EXPOSIÇÃO LITERÁRIA TEM RECODE DE PUBLICO

Desde abertura, em 16/07, mas de 700 pessoas já visitaram a Exposição Literária Mario Quintana. 


Para a Secretária de Cultura Eliane Ferro e a coordenadora do SESC LER BUIQUE, responsável pela Exposição, o numero de visitante já ultrapassou a expectativa que era de 800 visitantes até o final da exposição, 13.08. Significa, portanto um sucesso de publico.

Parabéns as escolas que estão participando contribuindo com enriquecimento literário dos seus alunos e consequentemente estimulando neles o habito da leitura.

A Exposição está sendo realizada na Secretaria Municipal de Cultura, no Largo do Comercio, onde funcionava o primeiro Cartório do Munícipio. Considerado um dos primeiros prédios mais antigo da Cidade.

O Horário de 08; 00h ás 18h00minh e das 19h00minh ás 21h00minh de segunda a Sexta e no sábado até ao meio dia. No local há cinco funcionários capacitados para repassar todas as informações relativas à exposição da vida e obra de um dos grandes poetas e escritores brasileiros.
A data final de encerramento é até o dia 13/08. Com certeza será também um polo literário para que nossos visitantes que estiveram por aqui, durante o período da festa multicultura, l possam ter mais uma alternativa laser em nossa Cidade e com certeza irão gostar.

A abertura da exposição aconteceu no Cine Clube Deusa Branca, no dia 16.07, ás 17 horas pela Coordenadora do SESC LER BUÍQUE, onde a mesma agradeceu a Prefeitura, através da Secretaria Municipal por esta produtiva parceria e principalmente a presença dos alunos e professores da rede municipal de ensino.  Falou da importância  deste projeto para comunidade e informou que a pareceria irá produzir outras ações em conjunto com a Secretaria  de Cultura. Lembrou de uma outra exposição já firmada   para Tupanatinga prevista para o mês de outubro.  

A Secretária Eliane Ferro também agradeceu  a coordenadora por acreditar em nosso Município e dessa parceria podermos realizar ações culturais que contribuam para o enriquecimento cultural e educacional  dos nossos Jovens. 


Agradeceu também a secretaria de educação, aos diretores por de certa forma participarem com seus alunos e poderem usufruírem desta ação tão inovadora e tão gratificante para todos nós.  


Karla Cavalcante, Professora que ministrou a oficina literária aos professores no ultimo sábado dia 14.07, sobre o poeta e escritor Mario Quintana, aproveitou para dar algumas observações sobre o Poeta e a Exposição. Confessou ainda que ficou maravilhada por ter a oportunidade de conhecer a grandeza deste grande poeta e sobretudo por poder contribuir com este projeto que será valiosíssimo para a nossa comunidade, mas sobretudo para os alunos e professores.


A parte mais esperada sempre fica para o final. O Grupo de Teatro do SESC ARCOVERDE, presenteou a todos com uma bela apresentação onde a poesia de Mario Quintana fora adaptada para a enredo teatral onde o grupo fez um belo trabalho agradando ao publico presente o qual respondeu com muito aplauso.  



O FESTIVAL MULTICULTURAL TUPANATINGA- POLO DA CULTURA REVERENCIA A ARTE DOS FILHOS DA TERRA

Jose Luiz é um jovem de pensamento amplo que tem a educação e a cultura como seus maiores pilares, ou seja, de um lado bebe do saber científico através da educação e do outro, se completa com a força poética da sabedoria popular que a cultura lhe proporciona. 


Na cultura ainda transversa por varias artes: Musica, Literatura, teatro e em quase todas demais linguagens  populares. Um grande artista então que mereça nossas reverencias.

O Festival Multicultural, através das transformações que a Prefeitura Municipal vem  realizando, sendo uma delas a inclusão cultural no evento, através da criação dos polos culturais,  podemos então ter o privilegio de catalisar e revitalizar  valores culturais tanto da região como da nossa localidade, criando o espaço  e oportunidades para  que estes possam expor seus talentos e abrilhantar a nossa festa.

No próximo dia 06  vamos todos apreciar o trabalho do artista da terra.


por Edimilson

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL MULTICULTUAL DE TUPANATINGA 2012, DE 02 A 10 DE AGOSTO

A REFEITURA MUNICIPAL  DE TUPANATINGA DIVULGA  A PROGRAMAÇÃO DA TRADICIONAL  FESTA MULTICULTURAL  E ESPERA REALIZAR UMA GRANDIOSA FESTA COM A PARTICIPAÇÃO DA FAMíLIA TUPANATINGUENSE  E REGIÃO.

Confira Toda  Programação do Polo Central:

Dia 02-Jaílson e Banda; Limão Com Mel.

Dia 03-Rodolfo Melo; vicente Nery.

Dia 04-Adriano e Luciano; Fábio e Nando.

Dia 05-Dô Swing & Bacana do Brega

Dia 06-Vilões do Forró & Forró da Pegação.

Dia 07-Origens do Forró ; Magníficos.

Dia 08-Nara Costa; Garota Safada.

Dia 09- Valdinho Paes; Brasas do Forró; Cavalheiros do Forró.

Dia 10- Saia Rodada; Arreio de Ouro; Gatinha Manhosa; Maycon e Luan.

Programação do Polo Cultural


- Apresentações Culturais

Dia 02 -19:00h - Abertura
             -19;00h -Quadrilha Flor de Chita (Escola M. Boraba)
             -20:00h -Quebra Coco Aliança(Arcoverde)
             -21:00h -Forró Tempero Nordestino(Arcoverde)


Dia 03 - 19:00h - Show Lítero-Musical "Água Fria de Alagoa de Baixo" (Sertânia)
            - 20:00h - Maracatú Sinhá - Fundação Terra (Arcoverde)
            - 21:00h - Giovane do Acordeon (Arcoverde)


Dia 04 - 15:00h - I Encontro de Sanfoneiros
            - 19:00h - Quadrilha Estrela de Ouro no Tabuleiro de Xadrez (Escola Cristo Rei)
            - 19:30h - Balé Flor do Sertão (Escola Manoel Borba)
            - 20:00h - Reisado Encantado de Caraíbas (Arcoverde)
            - 21:00h - Tenório Baião e Violão (Arcoverde)


Dia 05 - 19:00h - Forró Coqueiro Verde
            - 20:00h - Elias Maluco e Pedro de Zeca
            - 21:00h - Grupode Hip Hop (Casa da JUventude)


Dia 06 - 18:00h - Grupo de capoira Nego Fujão
            - 19:00h - Babda de Pífano da Serra dos Dé
            - 19:30h - Banda de Pífano Santa Clara 
            - 20:00h - Zé, Poesia, Música e Luiz (Zé Luiz)
            - 21:00h - Forró Cintura de Pilão (Fernando Mamede)


Dia 07 - 19:00h - Quadrilha VIP (Escola José Emilio de Melo)
            - 19:30h - Samba de Coco Raizes de Tupanatinga
            - 20:00h - KalúVital e Gaudencio (Sertânia)
            - 21:00h- Forró Pegado


Dia 08 - 19:00h - Grupo Maracatu (Arcoverde)
            - 19:30h - Quadrilha Encanto do Sertão (Escola Eva Cordeiro)
            - 20:00h - Contadores de História
            - 21:00h - Forró Àgua de Coco (Arcoverde)


Dia 09 - 19:00h - Dança Brasil no ritmo do meu Pernambuco (Escolo José     Emilio de Melo)
            - 19:30h - Grupo de Dança Filhos de Tupã (Escola Manoel Borba)
            - 20:00h - Samba de Coco Raízes de Arcoverde
            - 21:00h - Junior Saigon no Forró (Arcoverde). 




Dia 10 - 18:00h - Maracatu Batuque do Sertão (Arcoverde)
            - 19:30h - Poetas Repentistas (Rinaldo Aleixo e Dimas Fernandes)
            -  21:00h - Os Pariceiros (Arcoverde)
O Polo da Arte e Cultura homenageará os cem anos de Gonzagão através de uma vila cenográfica onde o Rei viveu sua infãncia. Vale apenas conferir. 


Pontos de Destaques: A Sala de Reboco,  a casa de Samarica Parteira, Os retirantes, O vendedor de cordas e a oficina de sanfona do Sr. Januário. Vamos conhecer a historia de um dos mais ilustres Nordestinos que ensinou o Brasil a  redescobrir o  Nordeste Brasileiro.

                      Realização Prefeitura Municipal de Tupanatinga 
por Edimilson
       

domingo, 22 de julho de 2012

FEIRA LIVRE DE TUPANATINGA

As feiras livre são fenômenos econômicos sociais muito antigos e já eram conhecidas dos gregos e romanos. O papel das feiras t o r n o u - s e v e r d a d e i r ame n t e importante a partir da chamada revolução comercial, ou seja, do século XI.

As feiras livres existem no Brasil desde o tempo da colônia. Apesar dos chamados “tempos modernos”, elas não desapareceram e em muitos lugares no interior do país elas são o principal e, às vezes, o único local de comércio da população. Muitas vezes elas funcionam também como centros culturais e de lazer.

Estas feiras devem ter se originado há muito tempo, quando as pessoas se reuniam periodicamente em algum ponto pré-determinado da cidade para vender seus produtos à população ou mesmo realizar trocas.(Internet)    

A feira Livre de Tupanatinga tem historia e por isso é patrimonio cultural, economico e social. Desde quando ainda era um pequeno vilarejo distrito da Cidade vizinha,Buique que a feira livre já era uma feira bem conhecida.

Vamos conhecer um pouco desta feira de Tuapanatinga. Umas das mais completa da região.
/
;

OPINIÃO - FREI BETO



Os gays e a Bíblia
É no mínimo surpreendente constatar as pressões sobre o Senado para evitar a lei que criminaliza a homofobia. Sofrem de amnésia os que insistem em segregar, discriminar, satanizar e condenar os casais homoafetivos.

No tempo de Jesus, os segregados eram os pagãos, os doentes, os que exerciam determinadas atividades profissionais, como açougueiros e fiscais de renda. Com todos esses Jesus teve uma atitude inclusiva. Mais tarde, vitimizaram indígenas, negros, hereges e judeus. Hoje, homossexuais, muçulmanos e migrantes pobres (incluídas as “pessoas diferenciadas”...).

Relações entre pessoas do mesmo sexo ainda são ilegais em mais de 80 nações. Em alguns países islâmicos elas são punidas com castigos físicos ou pena de morte (Arábia Saudita, Irã, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Nigéria etc).

No 60º aniversário da Decclaração Universal dos Direitos Humanos, em 2008, 27 países membros da União Europeia assinaram resolução à ONU pela “despenalização universal da homossexualidade”.

A Igreja Católica deu um pequeno passo adiante ao incluir no seu Catecismo a exigência de se evitar qualquer discriminação a homossexuais. No entanto, silenciam as autoridades eclesiásticas quando se trata de se pronunciar contra a homofobia. E, no entanto, se escutou sua discordância à decisão do STF ao aprovar o direito de união civil dos homoafetivos.

Ninguém escolhe ser homo ou heterossexual. A pessoa nasce assim. E, à luz do Evangelho, a Igreja não tem o direito de encarar ninguém como homo ou hétero, e sim como filho de Deus, chamado à comunhão com Ele e com o próximo, destinatário da graça divina.

São alarmantes os índices de agressões e assassinatos de homossexuais no Brasil. A urgência de uma lei contra a homofobia não se justifica apenas pela violência física sofrida por travestis, transexuais, lésbicas etc. Mais grave é a violência simbólica, que instaura procedimento social e fomenta a cultura da satanização.

A Igreja Católica já não condena homossexuais, mas impede que eles manifestem o seu amor por pessoas do mesmo sexo. Ora, todo amor não decorre de Deus? Não diz a Carta de João (I,7) que “quem ama conhece a Deus” (observe que João não diz que quem conhece a Deus ama...).

Por que fingir ignorar que o amor exige união e querer que essa união permaneça à margem da lei? No matrimônio são os noivos os verdadeiros ministros. E não o padre, como muitos imaginam. Pode a teologia negar a essencial sacramentalidade da união de duas pessoas que se amam, ainda que do mesmo sexo?

Ora, direis ouvir a Bíblia! Sim, no contexto patriarcal em que foi escrita seria estranho aprovar o homossexualismo. Mas muitas passagens o subtendem, como o amor entre Davi por Jônatas (I Samuel 18), o centurião romano interessado na cura de seu servo (Lucas 7) e os “eunucos de nascença” (Mateus 19). E a tomar a Bíblia literalmente, teríamos que passar ao fio da espada todos que professam crenças diferentes da nossa e odiar pai e mãe para verdadeiramente seguir a Jesus.

Há que passar da hermenêutica singularizadora para a hermenêutica pluralizadora. Ontem, a Igreja Católica acusava os judeus de assassinos de Jesus; condenava ao limbo crianças mortas sem batismo; considerava legítima a escravidão e censurava o empréstimo a juros. Por que excluir casais homoafetivos de direitos civis e religiosos?

Pecado é aceitar os mecanismos de exclusão e selecionar seres humanos por fatores biológicos, raciais, étnicos ou sexuais. Todos são filhos amados por Deus. Todos têm como vocação essencial amar e ser amados. A lei é feita para a pessoa, insiste Jesus, e não a pessoa para a lei.
Autor: Frei Betto
Eugênio Salles: morre o símbolo da dignidade conservadora!

Durante seus 69 anos de sacerdócio, destacou-se por seu conservadorismo teológico (muito próximo dos papas Woityla e Ratzinger) e por uma ação, oculta, longe dos holofotes, de intensa defesa dos direitos humanos, incluindo aí a literal salvação de cerca 4 mil refugiados políticos de todo o continente sul-americano.

Morreu no dia, 9/07/2012, aqui no Rio de Janeiro – no Palacete São Joaquim, no Alto da Floresta do Sumaré, o cardeal emérito do Rio de Janeiro, Dom Eugênio Salles. Durante seus 69 anos de sacerdócio, incluindo aí 43 anos como cardeal, destacou-se por seu conservadorismo teológico ( muito próximo dos papas Woityla e Ratzinger ) e por uma ação, oculta, longe dos holofotes, de intensa defesa dos direitos humanos, incluindo aí a literal salvação de cerca 4 mil refugiados políticos de todo o continente sul-americano.

Um pastor nordestino
Eugenio Salles nasceu na fazenda Catuana, na pequena Acari, no Rio Grande do Norte, em 1920. Sua ligação com a terra, com os homens da terra, sempre foi intensa. O sofrimento e as injustiças da Questão Agrária no Brasil estavam vivas, de primeira mão, na sua consciência. Mesmo antes de tornar-se sacerdote pensou em ajudar os pobres do campo, optando por ser agrônomo. Contudo, sua vocação religiosa – uma marca de família – o manteve no sacerdócio. Ainda assim, como padre, buscou minorar as condições de vida dos trabalhadores rurais do Rio Grande Norte através da criação dos primeiros sindicatos rurais – o que lhe valeu, na época, o epíteto de “padre vermelho” por parte da oligarquia desalmada e da mídia reacionária. Não se tratava, ao contrário da Teologia da Libertação, que viria depois, de uma opção política ou ideológica “preferencial pelos pobres”. Para o padre Eugênio simplesmente a pobreza e exploração feriam, espiritualmente e fisicamente, o corpo criado por deus, que deveria ser santificado.

Um conservador eclesiástico
Como bispo e cardeal Eugênio Salles não titubeou em usar seus poderes e a hierarquia eclesiástica para impedir a expansão da Teologia da Libertação e dos exegetas progressistas.

Manteve-se, desde 1964, perto dos militares e das autoridades civis do regime, a quem nunca desafiou ou criticou abertamente. Contudo, em 1972, quando o arqui-reacionário católico Gustavo Corção – que das páginas de O GLOBO atacava intelectuais de esquerda e religiosos progressistas – Dom Eugênio achou por bem condenar a virulência do autor e, em carta pastoral, conclamar os católicos a não darem ouvidos as catilinárias de Corção.

Para o bispo-cardeal, contudo, a militância da esquerda católica era, ela também, um desafio ao que considerava a verdadeira mensagem dos Evangelhos. Assim, Frei Beto, e os irmãos Boff foram alvo, sistematicamente, de duras críticas e, mesmo, de interditos. O próprio professorado na PUC foi impedido aos progressistas. Da mesma forma, assumiu uma postura dura e, no limite, uma justiça “bíblica” sobre questões sociais da magnitude da epidemia de Aids, a questão da união civil do clero e do aborto.

Chegou, mesmo, a assumir uma polêmica desnecessária, pouco inteligente, com a Escola de Samba Beija-Flor, ao entrar na Justiça e impedir o desfile da escola com a imagem do Cristo Redentor vestido de mendigo.

Porém, não era só a esquerda que se tornava alvo do cardeal do Rio. As novas modalidades de evangelização, a busca dos católicos em imitação aos cultos “televisivos” dos pentecostais, foi duramente condenada por Dom Eugênio. Assim, o Rio tornou-se terra “não grata” aos “shows” de Padre Marcelo, e de seus êmulos, e em especial a “socialização” destes em programas de televisão onde eram tratados, e misturavam-se, a celebridades e escândalos televisivos.

O Pastor dos perseguidos
No entanto, mostrando e comprovando como pessoas são complexas, múltiplas, Dom Eugênio, a partir de 1976, desenvolveu, manteve e sustentou, uma rede subterrânea de abrigo e proteção para alguns milhares de perseguidos políticos da Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile, além de dezenas de brasileiros.

Eram militantes políticos de oposição – muitos ateus convictos! – que conseguiam, por sorte, escapar aos horrores da “guerra sucia” na Argentina ou aos “campos de concentração” chilenos e chegavam, exaustos, por terra, muitos caminhando, ao Brasil. Outros eram refugiados paraguaios e uruguaios e, em fim, foragidos brasileiros. Ao todo foram cerca de 4 mil refugiados que encontraram abrigo no palácio São Joaquim, no alto do Sumaré. Em alguns momentos tratava-se de cerca de 15 pessoas por semana. Dom Eugênio criou uma vasta, financiou e protegeu uma rede de pequenos apartamentos, todos em nome da Cúria (chegaram a 80 residências ) e abrigou tais pessoas. Em outros casos, conseguia passaportes – de países europeus – e os escoltava em seu carro até o aeroporto.

No Rio, em nome da Pastoral dos Presídios, visitava presos políticos, reclamava de maus tratos, impunha visitas de familiares e transferências para presídios “normais”.

Dom Eugênio nunca se sentiu herói ou defendeu posturas progressistas da Teologia da Libertação (muito ao contrário), tratava-se, para ele, da dignidade do corpo, imitação e criação de deus. Assim, na sua visão conservadora, tornou-se um dos dignos da história da nossa resistência.

Que o deus dos justos o receba.

(*) Professor na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

terça-feira, 17 de julho de 2012

SESC LER BUIQUE EM PARCEIRA COM A SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE TUPANATINGA REALIZAM OFICINA LITERARIA MARIO QUINTANA


Mais uma vez professores da rede municipal de ensino de Tupanatinga são contemplados com capacitação cultural, desta vez na área de literatura, através de oficina. 

Na semana anterior, a Secretaria de Cultura Eliane Ferro, em parceria com FUNDARPE-Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, aconteceu uma capacitação em Cinema.

A Oficina foi realizada no sábado, dia 14, no Cine Clube Deusa Branca, ministrada pela professora Karla Bezerra, sobre a obra do Poeta Mario Quintana.

Para quem teve o privilegio de participar desta grandiosa oficina com certeza ficou deslumbrado com a riqueza de vida que a arte oferece sobre tudo porque estávamos mergulhados na alma de um grande ser que respirava arte e transmitia vida em forma de poesia.  A Educadora Karla Bezerra  bem conseguiu com muito sucesso reproduzir toda essa grandiosidade humana o que deixou todos maravilhados.

Mais uma vez nossos professores tiveram o privilégios de interagir, debater, discutir ideias que muito contribuirão na sua formação como excelentes articuladores e promovedores do conhecimento  em sala de aulas.

Grandes poemas , exemplos de vida  dedicada a arte , uma excelente  e verdadeira aula de literatura.

CIRCUITO DE CINEMA -SESCLER BUIQUE -CINE CLUBE DEUSA BRANCA

HOJE , 17.07.2012 - ÁS 19:30 h  CINEMA E POESIA
CINE CLUBE DEUSA BRANCA


SINOPSE
João Cabral de Melo Neto afirma em Recife/Sevilha que gostaria de ter sido cineasta, porque ambos (cinema e poesia) trabalham com imagens.

No entanto poucos são os filmes que conseguem combinar bem estas duas artes, como fazem os dois que compõem este programa "Cinema e Poesia".

 O filme de Bebeto Abrantes traça um perfil do poeta pernambucano a partir de seus escritos e de algumas entrevistas (inclusive uma com o próprio), mas o faz sempre preocupado com a ressonância audiovisual das palavras da poesia de João Cabral.

Já Inventário da Rapina, de Aloysio Raulino envereda pelo caminho do cinema poético puro, que usa das duas linguagens para construir menos um discurso e muito mais um determinado efeito estético (PROGRAMADORA BRASIL)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

PAROQUIA DE SANTA CLARA EM TUPANATINGACELEBRA 800 ANOS DE VOCAÇÃO E CONSGRADAÇÃO DE SANTA CLARA.



Santa Clara é padroeira da Cidade de Tupanatinga, desde quando a pequena comunidade era ainda vila de Buíque e já se chamava SANTA CLARA DE BUIQUE. Depois a vila tornou-se Cidade em 1963 e seu nome acompanhou a identidade indígena da região, passando a Tupanatinga, que traduzindo continuaria sendo SANTA (TUPANA) CLARA (TINGA) mesmo assim até hoje, o novo nome não agradou aos católicos. Com o tempo a questão da nomenclatura não mais incomoda tanto a Cidade que tem seu nome Tupanatinga e a Padroeira é Santa Clara e acabou!

É que os devotos agora tem uma nova questão: A Data da festa comemorativa da Padroeira. Há mais de cem anos se comemorava no mês de agosto, agora estamos em adaptação comemorando pelo segundo ano, no mês de Julho, do dia 7 a 16.

Este ano então, a festa está celebrando os 800 anos de vocação e consagração de Santa Clara, com novenas, palestras e muita oração.

A comunidade está participando com muita devoção nunca vista antes. As pregações e orientações dos padres têm sido  de certa forma  bem aceitas e comentadas pelos devotos. Sinal que os participantes  estão mais atentos ao conteúdo da celebração.

A Missa do vaqueiro, neste sábado, dez da manhã, foi um marco que mobilizou toda a comunidade. A procissão na tarde de segunda feira, dando encerramento as celebrações, continua sendo um momento de muita devoção e sempre com total participação da sociedade.

Santa Clara e São Francisco são exemplo de humildade, de Santidade e compromisso para com a vida e o desprendimento dos valores materiais. Suas vidas foram dedicadas exclusivamente a serviços dos excluído.



SANTA CLARA ROGAI POR TODOS NÓS,AMÉM.
Por Edimilson

sábado, 14 de julho de 2012

FORMAÇÃO DE CINEMA TEVE PARTICIPAÇÃO CALOROSA DOS PROFESSORES

A Secretaria Municipal de Cultura de Tupanatinga em parceria com a Fundação Do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco-FUNDARPE, promoveu nos dias 04 e 05, capacitação de Cinema com os professores das escolas da rede municipal de ensino.

O Local do encontro foi no Cine Clube Deusa Branca e o comprometimento dos educadores deu a amplitude necessária do evento.
Na abertura, a Secretária de Cultura Eliane Ferro, agradeceu a presença dos Professores e Secretaria de Educação pelo apoio. Apresentou a equipe da FUNDARPE, que ministrará o curso e em seguida falou do objetivo do projeto que é inserir a arte do Cinema no processo de ensino-aprendizagem por meio de uma visão multidisciplinar com um meio de aproximar o publico estudantil da narrativa audiovisual.

 























O encontro durou dois dias e foi possível especificar todos os objetivos do projeto Cinema na Escola: _ Oportunizar aos educandos o acesso ao conhecimento da linguagem audiovisual;
- Apresentar o Cinema aos estudantes como sendo uma fonte de cultura e agente transmissor de conhecimento;
  - Desenvolver a partir do gosto pelo Cinema, o senso critico, estético e cultural sobre nossa localidade, nosso país e o mundo de modo geral;
  - Possibilitar o debate interdisciplinar e transdisciplinar em torno de temáticas atuais apresentadas através de filmes e documentários;
- Estimular que os alunos da rede publica municipal criem o habito de frequentar o Cinema, estimulando assim o aprendizado cultural e Artísitico;
- Promover a integração e o desenvolvimento social, além de oferecer momentos de lazer aos alunos da rede municipal de ensino.

PROFESSORES DEBATERAM, INTERAGIRAM COM SUAS DUVIDAS, SUAS RICAS EXPERIENCIAS,   MAS SOBRETUDO CONSTRUINDO O MELHOR....A EDUCAÇÃO.




OFICINA LITERARIA DE MARIO QUINTANA NESTE SABADO

NESTA MANHA DE SÁBADO,  ESTÁ ACONTECENDO  NA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE TUPANATINGA, UMA OFICINA LITERÁRIA DO POETA MARIO QUINTANA PARA PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO.

A OFICINA SERÁ MINISTRA DA PELA PROFESSORA KARLA CAVALCANTE.

REALIZAÇÃO DO SESC LER BUÍQUE  EM PARCERIA COM A SECRETARIA DE CULTURA DE TUPANATINGA.

POESIA










Ultrapassamento     http://edezilton.blogspot.com.br/

No quarto o silêncio...e paredes
...lençois espalhados sobre a cama
Garrincha, estrela solitária
.
felicidade...
.
jogo de palavras
jogo da amarelinha
galinhas no quintal.
.
(...) de Clarice Lispector
(...) de Fernando Pessoa
(...) de Raul
(...) de Nietsche
.
hemorragia de sentimentos...
.
Brincadeiras de criança
A CHUVA FINA
os sonhos que morrem primeiro
vontade de sentir tudo num bocado único
.
SONHO de criança
subir na mangueira
um pássaro perdido no ar
.
Folhas secas no terreiro
Meninos descalços
Casos e causos
formigas trabalhando
.
Hemorragia de sonhos...
.
alegria de estar vivo
.
estado de graça...
solidão
ESTADO DE GRAÇA...
ultrapassamento
.
Edezilton Martins 12/07/12

CONVENÇÃO DO PP LANÇA CANDIDATURA DE SILVIO E WALDEMIR ROQUE

Convenção do Partido Progressista realizada no sábado dia 30.06., ás 16 horas, no largo do comercio, marcou presença e consolidou forças politicas para o lançamento dos seus candidatos que concorrerão  aos cargos de prefeito, vice e vereadores nas eleições municipais de outubro 2012.
Silvio Roque, portanto é o candidato a Prefeito e terá como companheiro de chapa seu sobrinho Waldemir Roque.

A Coligação “Por amor a cidade que moramos” é composta pelos partidos PP, PMDB, PSDB, PMN, PSL, PDT, PPS e tem o apoio do Ex-Prefeito Manoel de Roque.

As eleições municipais em Tupanatinga tradicionalmente são bem disputadas e esta com certeza não será diferente, mas esperamos que o espírito democrático reine e quem sabe possamos ter uma eleição acirrada, mas pacifica.

sábado, 7 de julho de 2012

CULTURA: PROFESSORES DE TUPANATINGA RECEBEM CAPACITAÇÃO DE CINEMA

Está acontecendo hoje e amanhã em Tupanatinga, no Cine Deusa Branca,   a primeira formação de audiovisual para professores.
O objetivo do Projeto é capacitar professores para utilização da sétima arte como ferramenta pedagógica na sala de aula.
O Cinema  é uma das artes mas completas em linguagens culturais e mais inserida no que se tem de melhor em tecnologia.
No Cinema está o teatro, a literatura, a dança, a cultura popular, todas as artes contextualizando todo o conhecimento cientifico e empírico que norteia todo o universo pedagógico necessário ao desenvolvimento humano: Geografia, ciências, historia, filosofia, psicologia, politica, etc.
É neste contexto que a formação vai contribuir na formação dos nossos educadores Tupanatinguenses que já vem sendo destaques e consequentemente poderão enriquecer mais o universo cultural deles e principalmente do aluno.
O Projeto é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a FUNDARPE e tem o apoio da Secretaria Municipal de Educação e da Prefeitura Municipal de Tupanatinga.

Por Edimilson

sexta-feira, 6 de julho de 2012

MANOEL TOMÉ RECEBE PREMIO DE 2º MELHOR PREFEITO DO BRASIL

O Prefeito da cidade de Tupanatinga o senhor Manoel Tomé ira receber no dia 16/07/12  na cidade do Recife-PE o certificado e a medalha de 2º melhor prefeito do País. 

A cerimonia acontece as 19 horas na avenida boa viagem, 4070 - Recife -PE.

A pesquisa foi realizada em 2620 municípios do país sendo classificadas as 100 melhores pesquisas para receber a premiação, adotando-se os critérios de qualidade total nos serviços oferecidos a população, na categoria satisfação e aprovação.

Confiram o Convite:
Parabéns Manoel Tomé, por essa premiação!!!

terça-feira, 3 de julho de 2012

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DISTRIBUI SENHAS PARA AULA ESPETACULO DE ARIANO SUASSUNA


A Secretaria Municipal de Cultura está disponibilizando senhas para a AULA ESPETÁCULO do grande ARIANO SUASSUNA, que se realizará nesta quinta feira dia 05 de julho, na cidade de Buique. Interessados entrar em contato com Eliane Ferro ou Antonio do Cinema.
A  apresentação será no BLESQUINA, A partir das 19 horas e a Prefeitura Municipal disponiblizará transportes para quem estiver interessado.  
Ter o privilégio em nossa região de conhecer um poeta/escritor de tão alto conhecimento e pronfunda vivencia cultural, conhecedor da alma do universo nordestino  é sem duvida um momento  de muita sabedoria e valor educacional, importante para todos nòs. 

Grande contador de estorias e hitórias, teatrólogo e conhecedor de toda arte popular que com seu espetaculo muito tem encantado as pessoas deste carente árido sertão    nordestino. Vale apena. Muitas pessoas estão a espera desta tão comentada aula espetaculo de cultura popular.

por Edimilson

Sesc Ler Buíque traz para Tupanatinga Exposição Literária – Mário Quintana


Será  realizado em nossa Cidade, a primeira Exposição Literária sobre o poeta Mario Quintana  de 17 de julho a 13 de agosto na Secretaria Municipal de Cultura, na rua  Largo do Comércio.

A Exposição é uma ação do Sesc Ler Buíque com parceria com a Secretária  de Cultura  Eliane Ferro,  e tem o apoio da Secretaria de Municipal de Educação e Prefeitura Municipal de Tupanatinga.
Você  pode conferir a vida e obra do escritor Mário Quintana. Além da exposição terá uma oficina no de 14.07, ministrada pela Professa Karla Simone, cujo objetivo é promover a troca e construção acercada literatura de Mario Quintana (vida e obra), etc.

 Também serão feitas sessões de cinema sobre literatura no Cine Clube Deusa Branca, veja a programação:

PROJETO: CIRCUITO DE CINEMA 2012

PERÍODO: 16 à 20/07/2012

         HORA: 16:00 e  20:00 hs

LOCAL: CINE CLUBE DEUSA BRANCA (Largo do Comércio, 43, Centro)

 ação:. 

APRESENTA SESSÕES ESPECIAIS EM TUPANANTINGA NO CINE CLUBE DEUSA BRANCA. SEMPRE ÀS 15:00 E ÀS 20:00

Na ocasião serão exibidas obras que abordam a literatura:

DIA 16/07: Língua: Vidas em Português (Livre)

DIA 17/07: Cinema e Poesia - Programadora Brasil (Livre)

DIA 18/07: Por acaso Gullar (Livre)

DIA 19/07: O Enfermeiro (12 anos)

DIA 20/07: Curta Cada Página - Programadora Brasil (Livre)




Mais informações na Secretaria de Cultura ou no Sesc Ler , pelo telefone 3855-2230.
Exposição Literária Mário Quintana

 Local: Secretaria municipal de Cultura

 Rua largo do Comércio

 Data: 17/07/2012 a 13/08/2012

 Horário: Manhã: 08:00h as 11:00h

 Tarde: 13:00h as 17:00h

 Noite: 19:00h as 21:00h

Por Edimilson